{resenha} carry on – rainbow rowell

Olá!

Hoje eu trouxe uma resenha que estava muito empolgada para fazer. Terminei ontem de ler Carry On, da Rainbow Rowell, e eu estou a cada livro mais apaixonada por essa escritora. Tô até dando uma pausa entre um e outro para não ficar sem nada.

18096397_998549420281629_648421159821377536_n

Foto: Maria Mazza

Carry On é uma história onde os personagens foram apresentados para os leitores da Rainbow em Fargirl, que conta sobre uma garota que é muito fã de uma série de livros sobre um bruxo chamado Simon Snow e escreve fanfics a respeito do mundo desse personagem. Também não posso falar muito porque ainda não li. E, sim, dá pra ler Carry On antes tranquilamente.

O livro vai narrar a vida de Simon Snow, esse bruxo poderoso considerado “o escolhido” para salvar o Mundo Bruxo do mal e de toda a guerra que o assola. Ele tem, sim, um quê de Harry Potter – mas acho que não precisamos nos prender a isso, né? O fato de existir um escolhido para salvar o seu mundo não é exclusivo dos livros de Harry e acredito que Rainbow pegou a temática para explora-la do seu jeitinho.

DSCF7137

Foto: Maria Mazza

A trama se desenrola em dois pontos principais: o fato do Simon ser esse bruxo todo poderoso e, muitas vezes, não saber lidar com a sua magia, além das questões com o Mago, o mundo em que vive, Watford (a escola) e tudo aquilo que ele tem que lutar contra para manter o lugar a salvo; a outra parte é seu relacionamento com Baz, seu inimigo jurado, que vai se desenrolando paralelamente aos outros acontecimentos.

Eu curti muito a escrita do livro, a história, a forma como as coisas se desenrolaram. Do meio para final, com algumas pistas, deu para sacar qual era a do “mistério”. Mas a autora fez tudo de uma forma tão cativante e fechou tudo direitinho. Ele também tem uma pegada mais divertida, umas cenas mais cômicas e umas sacadas muito interessantes, principalmente em relação aos feitiços.

Achei legal também que, apesar de serem bruxos, eles também fazem parte do mundo moderno como qualquer Normal. Então, citam artistas atuais, eles possuem celulares, uma vida muitas vezes comum. Também achei os personagens principais bem cativantes. O Simon não é aquele herói chatão que ninguém suporta, o Baz é cativante (e provavelmente o meu favorito) e a Penélope é uma fofa! Agora, a Agatha (que começa como namorada de Simon) foi bem irritante em algumas vezes e ainda tô decidindo se gostei dela ou não.

Outro ponto que fez com que eu gostasse ainda mais do livro é que ele é narrado por diversos pontos de vista e eu acho isso muito legal para entender melhor a história, para entender como os outros personagens se sentem em relação ao que está acontecendo e pra poder conhecê-los de uma maneira melhor.

DSCF7141

Foto: Maria Mazza

Se vocês tiverem a oportunidade de ler Carry On, leiam! É uma história bem rápida, que prende e a escrita da Rainbow Rowell é demais.

Vocês já leram? Gostaram? Me contem o que acharam nos comentário ou vamos conversar pelas redes sociais. É só curtir a página do blog no Facebook, no Instagram ou me adicionar no Skoob.

Muito obrigada se você leu até aqui e até a próxima!

Livro: Carry On | Editora: Novo Século | Edição: 2016 | Adicione no Skoob | Nota: 4/5

Anúncios

14 comentários sobre “{resenha} carry on – rainbow rowell

  1. Sávio França disse:

    Olá!
    Ainda não conheço a escrita da Rainbow Rowell, mas quero muito ler alguns livros da autora. Se não me engano, é a primeira resenha desse livro que leio, mas já me senti bem cativado pela história.
    Gosto dessa pegada sobrenatural que o livro apresenta e gostei do fato dos personagens terem uma vida normal, viverem em um mundo moderno.
    Também gosto muito desse tipo de narração.
    Abraço!
    http://tudoonlinevirtual.blogspot.com/

    Curtido por 1 pessoa

  2. Amanda Luizari disse:

    Oiee, nunca li nada da autora apesar de ter muita vontade e esse livro me chamou muito a atenção,
    saber que é um bruxo desastroso, acredito que daria ótimas risadas com a obra. Parabéns pela resenha, ficou um arraso. Dica anotada.

    Curtido por 1 pessoa

    • Maria Mazza disse:

      Oi, tudo bem e com você? Li dois livros dela e gostei dos dois! Sim, tem um “quezinho” de Harry Potter, mas quando você lê “Fangirl” dá pra entender que a autora quis fazer referência a uma grande série de livros de um bruxo escolhido e etc. Mas a Rainbow deu super o toque dela na história toda e é ótima! Obrigada pela visita 🙂

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s