5 motivos para assistir Switched at Birth

Olá!

Hoje eu vim falar de uma série que eu gosto muito: Switched at Birth. Lembro que comecei a assistir logo que ela saiu (segundo o meu Twitter, foi no dia 11/06/2011) e acompanhei até o último episódio, que foi ao ar em abril deste ano.

Resumidamente, a série fala sobre duas adolescentes, a Daphne e a Bay, que foram trocadas no nascimento e, após muitos anos, são “obrigadas” a lidar com a nova realidade, a nova família e toda essa mudança que acontece em suas vidas ao descobrirem a troca. Mas não é só isso: Switched at Birth consegue ser muito mais profunda do que as aventuras e dramas das duas garotas que acabam se tornando da mesma família. E tudo isso eu conto nos cinco motivos para assisti-la.

  • Acabou na hora certa

switched 1

Acho que antes de tudo, é importante avisar que ela acabou em um momento muito bom. Foram cinco temporadas, obviamente com seus altos e baixos, episódios ótimos e outros nem tanto, mas nos despedimos de uma maneira muito boa! Acho ótimo quando isso acontece porque tem séries aí com mais de 10, 12 temporadas que já estão passando dos limites (e olha que muitas que eu amo que se encaixam nisso). Então, Switched at Birth nasceu, cresceu, fez com que a gente se apegasse e foi embora sem deixar aquele gostinho de “não aguento mais”.

  • É em língua de sinais

Um fato (muito importante) que deixei de fora da sinopse para que entrasse em um dos motivos é que uma das protagonistas, a Daphne, ficou surda aos cinco anos de idade depois de ter meningite. Então (e com certeza esse é um dos diferenciais da série), grande parte dos episódios é em língua de sinais, mostrando a garota se comunicando com a família e outros amigos que também são deficientes auditivos.

E um dos pontos que a série aborda é justamente esse: de como as pessoas a volta da garota lidam com o fato de ela ser surda, como a família dela tem que aprender a se comunicar com ela e o quanto as pessoas ainda são preconceituosas e impacientes com quem tem qualquer tipo de deficiência. É muito interessante a forma que eles abordam isso (e, sim, tem legenda nas cenas em que eles estão se comunicando em língua de sinais).

  • Diversidade

133965_0360

A série também ganha destaque neste ponto. Em cinco temporadas, eles nos apresentaram personagens latinos, negros, gordos, homossexuais, além de tratar de outros tipos de deficiência. E todos esses personagens não estavam apenas de passagem, eles mostravam seus problemas, questionavam suas angústias e nos alertavam para problemas que nos cercam diariamente e que, muitas vezes, a gente deixa passar despercebido por não passar pelas mesmas situações. Com isso, eles falam sobre…

  • Problemas reais

170226-news-switched-at-birth

Os alunos protestando contra casos de racismo na Universidade

Não tem aquela coisa de problemas praticamente impossíveis de acontecer e que se resolvem em dez minutos de maneira quase mágica. Em Switched at Birth vemos os personagens sofrerem gordofobia, machismo, racismo, discriminação a partir de sua condição (seja socioeconômica, física, etc). Também encontramos temas como estupro, vandalismo, uso de drogas, suicídio… Tem abordagem de tudo o que você pode imaginar e acredito que eles fizeram de uma forma interessante, sem chocar, mas sempre buscando informar.

  • Reflexão

rs_1024x684-170411202546-1024x684.switched-at-birth-finale-lp.41117

Por fim, acredito que um dos principais pontos positivos dessa série é nos fazer refletir. Mostrar que esses problemas são reais, acontecem e as pessoas não podem ficar paradas em relação a isso. E quando a gente é privilegiado (independente em que sentindo isso possa se aplicar), temos que reconhecer isso. Switched at Birth foi capaz de ensinar muitas coisas em cinco temporadas. Mas também proporcionou momentos de diversão, de ser como aquele abraço quentinho no coração e se despediu de maneira honrosa.

Vocês já assistiram essa série? Me contem nos comentários ou me encontrem pelas redes sociais para conversarmos. É só curtir a página do blog no Facebook, no Instagram ou me adicionar no Skoob.

Muito obrigada se você leu até aqui e até a próxima!

Anúncios

34 comentários sobre “5 motivos para assistir Switched at Birth

  1. Paty Souza disse:

    Adoro série, e recebo muito bem toda dica.
    Não conhecia essa, mas nunca assisti com troca de bebês na maternidade. Outro ponto que me interessou, ela já está concluída, minhas preferidas são essas, não preciso ficar ansiosa esperando a continuação.
    Nunca vi um filme que desse tanto espaço pra língua de sinais.
    Menina mas que série boa, abrange problemas reais, diversidade e ainda leva a reflexão, já tô indo assistir.
    Beijos

    Curtido por 1 pessoa

  2. Luana Alves disse:

    Ainda não tinha ouvido falar sobre a série, mas como amante de libras, com certeza me interessou muitíssimo essa visibilidade para os decificentes auditivos. Gostei dos pontos que vc salientou tbm. Vou procurá-la.
    Bjsss

    Curtido por 1 pessoa

  3. Milena disse:

    Olá!
    Não conhecia a série ainda, mas também sou suspeita em falar, afinal, quase não assisto por falta de tempo. Preciso me reorganizar a partir de agora e ver se assisto algo. Já anotei o nome da série e espero poder conferir em breve.

    Beijo

    Curtido por 1 pessoa

  4. Thaís Oliveira disse:

    Oie
    Nossa… não vejo praticamente série alguma. Totalmente por fora desse mundo. Tanto que ainda não tinha ouvido falar dessa…
    Achei os motivos bem coerentes e pra quem gosta e acompanha esse mundo, é um prato cheio.
    Bjo

    Curtido por 1 pessoa

  5. Ana Caroline disse:

    Olá, Maria.
    Eu juro que sempre pensei que essa série fosse sobre bruxas, haha. Lendo os seus motivos, eu vi que a série não é para mim, não me chamou muito a atenção e como já tenho muitas séries para assistir, ela no momento não seria uma opção, rs.
    Que bom que a série acabou de uma boa forma e não foi enjoativa!

    Curtido por 1 pessoa

  6. Niina disse:

    Nossaaaaaaa
    Nunca conheci alguém que também assistia a série! Quer ser minha amiga? *-*
    Eu comecei a assistir a série quando lançou, amei os diferencias que você citou, foi um dos motivos de me fazer gostar tanto da série, principalmente pela ASL ❤
    Ainda não terminei ela, na verdade, parei na segunda temporada por falta de tempo na época e nunca retomei, mas esta na minha lista da Netflix, pretendo começar do zero e maratonar qualquer hora,
    Vícios e Literatura

    Curtido por 1 pessoa

  7. Driely Meira disse:

    Oiee ^^
    EU AMO ESSA SÉRIE! Aprendi tantos sinais com ela…haha’ foi por causa de SAB que eu tenho curiosidade e vontade de aprender língua dos sinais, seja do Brasil, dos EUA ou dos dois ♥ Eu adoro a série, sempre gostei muito dos personagens e de todos os temas que eram abordados, mas devo confessar que achei essa última temporada um pouco fora de contexto, acho que se tivesse acabado na anterior, sem aquele suspense no final do último episódio, teria sido bem melhor, porque alguns assuntos ficaram meio pendentes agora :/
    MilkMilks ♥

    Curtido por 1 pessoa

    • Maria Mazza disse:

      Oi, Driely! Confesso que fiquei muito empolgada quanto a quarta temporada acabou e não aconteceu nada do que imaginava haha mas achei que alguns assuntos abordados na ultima temporada foram bem importantes tambem, por isso gostei bastante! Mas acho que eles devem ter feito meio com pressa pra finalizar tudo logo, né! Obrigada pela visita 🙂

      Curtir

  8. Suelen Fernandes disse:

    Olá!
    Eu não conhecia o seriado e fiquei muito empolgada com os motivos que você citou para vermos. Amei que fale em língua de sinais, em algum momento da minha vida tive contato com um grupo de surdos e mudos e aprendi alguns sinais e gostei bastente.
    Vou procurar para assistir.
    Beijinhos!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s