Finalmente li Desventuras em Série

Eu comecei a minha caminhada com Desventuras em Série em agosto do ano passado. Já tinha ouvido falar da série, mas a expectativa de acompanhar os treze livros de uma mesma história não me animava muito. Confesso que a aproximação da adaptação feita pela Netflix (que estreou em janeiro de 2017) me deu o empurrão que precisava.

É um pouco complicado falar de livros em específico sem dar algum spoiler. Por isso, preferi falar da série como um todo quando terminasse. E, finalmente, isso aconteceu. Foi um misto de “amém, cheguei no último livro” com “por favor, não termina!”

Desventuras em Série é excêntrica, irônica e uma tragicomédia ao mesmo tempo. Explico: os treze livros acompanham a vida dos irmãos Baudelaire (Violet, Klaus e Sunny), que perdem os pais ainda muito jovens e são perseguidos pelo Conde Olaf e sua trupe que nada mais querem do que a herança das crianças.

Os primeiros livros são quase que a mesma fórmula, algumas pistas de que algo maior está por trás de todas as desventuras aventurosas dos Baudelaire, mas são bem parecidos em sua essência. Os órfãos vão para um tutor, tudo parecer estar ok até que o Olaf chega para estragar as coisas.

Depois os acontecimentos vão ficando bem mais interessantes e somos apresentados ao mistério de C.S.C. e outros personagens – alguns incríveis, outros insuportáveis. E no decorrer dessa infinidade de páginas somos levados a acompanhar mais mistérios, poucas soluções e, lá no fundo, a certeza de que a vida desses irmãos sempre será miserável.

Os personagens de Desventuras em Série são únicos, caricatos e cômicos e a narrativa de Lemony Snicket (pseudônimo do autor Daniel Handler) dá o toque final e importantíssimo a essa longa história. Claro que o estilo não agrada a todos (e quem leu sabe que é diferente do modo convencional de narrar uma história), por isso, não é algo que recomendaria pra todo mundo ler – mas vale a tentativa. Eu, por exemplo, adorei a experiência.

Desventuras em Série não é sobre comédia, sobre drama, terror ou suspense. É sobre tudo e sobre a vida. É simplesmente a história desses irmãos que caem de paraquedas em um mistério que – aparentemente – levou a morte de seus pais e tudo virou de cabeça para baixo.

Os livros em um geral tiveram altos e baixos. Alguns foram incríveis, daqueles que eu nem via passar. Outros foram um pouco cansativos e eu não via a hora de acabar. Mas eu gostei muito, muito mesmo. Se tivesse que dar uma nota geral seria 4 de 5. Entre os favoritados eu coloquei “A Cidade Sinistra dos Corvos” e “O Penúltimo Perigo”, mas apreciei a leitura da grande maioria dos livros.

Vocês já leram? Gostaram? Me contem o que acharam nos comentário ou vamos conversar pelas redes sociais. É só curtir a página do blog no Facebook, no Instagram ou me adicionar no Skoob/Goodreads.

Muito obrigada se você leu até aqui e até a próxima!

Anúncios

17 comentários sobre “Finalmente li Desventuras em Série

  1. Daniele Vieira disse:

    Olá
    Ainda não li, mas depois de assistir a série de TV estou louca para conferir os livros.
    Tenho que concordar com você no sentido dos altos e baixos venho lendo uma série longa também e estou passando por isso, mas mesmo assim quero me aventurar com o Desventuras

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s